Invent

O sono virou notícia


Estudo comprova: A luz interfere na qualidade do sono

Para ter um sono saudável e revigorante precisamos adotar alguns hábitos na hora de dormir. A primeira dica é o “apagão total”! Dormir em um ambiente o mais escuro possível é o melhor para a saúde. Quer saber um pouco mais sobre o motivo pelo qual a luz interfere tanto no nosso sono?
Um recente estudo americano mostrou que a luz pode ser o principal motivo para aquela sensação de que não descansamos o suficiente quando acordamos. Foi comprovado que os habitantes das grandes cidades, onde as ruas são muito iluminadas durante a noite com sinais e letreiros luminosos, são os que mais se queixam de distúrbios do sono.
E por que isso acontece? A resposta está na produção de Melatonina no nosso corpo.
Esse hormônio, produzido pelo cérebro durante a noite, é o que nos faz “pegar no sono”, e essa produção acontece justamente quando estamos em ambientes escuros!
Os moradores de cidades com iluminação intensa à noite acabam tendo mais dificuldade para produzir a Melatonina e então “pegar no sono”, pois a iluminação, principalmente artificial, suspende a produção desse hormônio tão importante para o nosso sono.
Por esse motivo, o recomendado é dormir em ambientes sem nenhuma incidência de luz, ou com a menor incidência possível. Assim, a Melatonina pode ser produzida da forma correta pelo nosso corpo e o sono é mais produtivo, nos fazendo acordar mais dispostos no dia seguinte.

Fontes:
Delas.pt – Como a luz interfere no seu sono
HypeScience.com – Por que precisamos dormir em total escuridão

Leia Mais...


7 dicas para prolongar a vida útil da sua roupa de cama

 

Uma noite de sono perfeita começa com a roupa de cama. Quando cuidada e guardada de forma correta, ela nos proporciona um sono melhor e mais revigorante!

Separamos algumas dicas bem fáceis para ajudar você a prolongar a vida útil desses produtos, confira:

1. Um detalhe pequeno que faz toda a diferença:
Ler a etiqueta pode parecer uma coisa boba, mas ali estão informações importantes de como cuidar daquele produto. Desde como ele deve ser lavado, até se pode ou não secar ao sol ou à máquina.

2.Na hora da Lavagem:
Quando lavar a roupa de cama, o ideal é não misturar peças de materiais diferentes como poliéster e algodão. E claro, separar as roupas brancas das escuras e coloridas também é importante!

3. Evitando o cheiro de mofo:
Para deixar as roupas mais cheirosas, deixe secar em ambientes ventilados, seja ao sol ou na área de serviço.

4. A hora de passar:
Quando a roupa estiver secando, não deixe além do tempo suficiente para secagem. Assim você evita que a roupa fique “esturricada”, e ela fica mais lisinha. Outra dica que facilita a hora de passar, é dobrar a peça assim que tirá-la do varal.

5. Para dar um cheirinho bom:
Se quiser prolongar o cheiro de roupa limpa, borrife um pouquinho de uma água perfumada quando estiver tirando as roupas do varal. É bem simples de fazer: em um borrifador, misture água e algumas gotas de essência da sua preferência.

6. Na hora de guardar:
Depois de lavar, secar e passar, o ideal é guardar os lençóis e fronhas no armário ou um baú. Uma dica importante é distribuir as peças de uma maneira que fique fácil retirar alguma parte do enxoval, assim você evita que alguma peça fique tempo demais guardada.

7. O Travesseiro:
Para garantir o melhor desempenho desse item tão importante para o nosso sono, e para evitar o acumulo de ácaros, é recomendado que os travesseiros sejam trocados a cada 2 anos. Mas essa não é a única dica. Os travesseiros de fibra podem ser lavados, mas devem secar à sombra para não danificar o material.

 

 

Fonte: G1

Leia Mais...


Estudo confirma: o sono é fator importante para regular nossas defesas

 

Sabe aquele dia em que você não rendeu muito no trabalho ou na escola porque não dormiu o suficiente? Todo mundo já passou ou vai passar por isso. É uma tendência: as pessoas sacrificam suas horas de sono para cumprir todas as suas demandas e tarefas diárias.

Mas você sabia que dormir pouco afeta não só o seu desempenho no trabalho, mas também o seu sistema imunológico?

Uma universidade nos Estados Unidos fez um estudo e comprovou: O sono regula nossas defesas, e dormindo pouco aumentam as chances de pegarmos gripes e resfriados.
O assunto é sério! Algumas empresas americanas já tentam ações para melhorar o desempenho dos funcionários, chegando até a oferecer bonificações para os que dormirem mais. Já pensou? :)

Leia Mais...


Dicas para melhorar o sono do seu bebê

 

 

Uma boa noite de sono é tudo o que os papais e mamães querem para o seu bebê, não é? O que acontece é que às vezes ocorre uma “falta de sintonia” entre os horários dos bebês e dos pais.

A principal diferença é o clico de sono. Nos adultos os ciclos, durante a noite, duram 70 a 90 minutos e não há um despertar entre eles. Já os bebês, tem um ciclo de sono que dura 45 minutos e há um leve despertar entre eles.

A psicóloga Fernanda Meirelles, da algumas dicas para ajudar a ajustar os horários dos pais ao dos filhos:

1. Sonecas durante a manhã: Essa pequena soneca pela manhã é muito importante para o crescimento do bebê. Manter o bebê acordado não vai fazê-lo dormir melhor durante a noite.

2. Tomar sol: O sol faz muito bem para o sono do bebê. Ele libera serotonina, que gera a melatonina, que contribui para o sono do bebê. O sol é importante, mas lembre-se de se expor ao sol nos horários que o sol não é tão forte, o sol da manhã é uma ótima dica.

3. Tenha uma rotina: É importante que o bebê tenha uma rotina fixa e aprenda os sinais de que está chegando a hora de dormir, e que mais nada vai acontecer nesse horário de sono. Banho morno, massagem e outras atitudes que proporcionam relaxamento são bem-vindas nessa hora.

4. Comunicação: A comunicação do bebê com os pais é muito importante. Preste atenção nos sinais que o bebê dá, por exemplo: olhos vidrados não são sinal de que ele está desperto e sim de que ele está cansado. A falta de entendimento por parte dos adultos pode causar estresse no bebê, e ele conhecer e se sentir seguro com os sinais que os pais dão a ele contribui para o seu crescimento.

 

Busque criar uma comunicação com o seu bebê e fique atento aos sinais que ele dá e então você e ele terão mais noites de sono tranquilas.

FONTE: Greenme.com.br 

Leia Mais...


6 dicas que farão você dormir melhor

 

Nada como um sono revigorante para melhorar o dia seguinte, não é mesmo?

Pode parecer difícil ter uma boa noite de sono às vezes, mas essas dicas te ajudarão a dormir melhor:

 

1.    Apagão Total

O hormônio melatonina, indutor do sono, é produzido quando o quarto (ou ambiente) está escuro o suficiente. Se você tem problemas em dormir no escuro total, use uma lâmpada azul, que mantém o ambiente escuro o suficiente. E claro, não se esqueça de deixar o celular em modo silencioso ou com a tela desligada.

 

2. Deite de lado

A posição deixa a coluna alinha, com cabeça e pés no nível do coração, estabilizando a pressão arterial. Um travesseiro de corpo (confira o travesseiro de corpo Santista aqui), e o travesseiro que tenha a altura correta para você também são importantes aliados para evitar dores na coluna no dia seguinte.

 

3. Nada de alimentos pesados

Janta com alimentos gordurosos podem causar má digestão e pesadelos. Alimentos que despertam, como chocolate e café, também não são indicados para uma refeição noturna.

 

4.Vá com calma

É importante desacelerar antes de dormir. Exercícios físicos só devem ser feitos até 4 horas antes do horário de dormir, a adrenalina gerada no exercício atrapalha o sono.

 

5.Cada um tem a sua cama

Dormir com o seu pet pode atrapalhar o seu sono. 30% das pessoas que tem esse hábito acordam pelo menos uma vez a cada noite. Os animais podem trazer pólen, poeira e pelos para a cama que atrapalham a respiração e podem até provocar o ronco.

 

6.Refresque-se!

Um ambiente abafado não ajuda em nada você pegar no sono. A temperatura ideal vária entre 20 e 22ºC, uma alternativa é deixar o ar condicionado ligado para resfriar o quarto ou ligar um ventilador para desabafar o ambiente.

 

 

FONTE: ICP Digital

Leia Mais...


O sono é componente fundamental para o bom desempenho nas atividades físicas

 

Já sabemos que dormir bem é importante para o descanso físico mental do nosso corpo, mas agra vamos falar sobre como uma boa noite de sono pode melhorar o seu desempenho nas atividades físicas.

Durante o sono nosso corpo produz vários hormônios muito importantes para quem pratica atividade física. Um exemplo desses hormônios produzidos durante o nosso descanso é o hormônio GH (hormônio do crescimento) que evita o acúmulo de gordura no nosso corpo e auxilia no combate a osteoporose, melhorando a desempenho nas atividades físicas.

A leptina é outro hormônio produzido durante nossas horas de sono e é o hormônio responsável pelo controle da sensação d saciedade, ou seja, quanto mais leptina menos temos necessidade de ingerir alimentos, principalmente carboidratos.

Durante o sono a produção de cortisol, hormônio de ação antagônica a insulina, é inibida. Quando dormimos pouco, o nível de glicose no sangue aumenta, assim podendo levar a um quadro de pré-diabetes ou mesmo a um quadro de diabetes.

A quantidade necessária de sono varia de pessoa para pessoa, a média para adultos é de 7 a 8 horas e para crianças de 9 horas. O que devemos lembrar é que o sono é muito importante para várias funções do nosso corpo, inclusive para o bom desempenho nas atividades físicas e para evitar doenças. É importante que na noite anterior a uma competição ou a um treino o atleta durma bem e com qualidade.

 

 

Fonte: GloboEsporte.com

Leia Mais...


Horário de verão: dicas para se adaptar melhor à mudança

 

O horário de verão tem como principal objetivo aproveitar melhor a luz solar durante o verão, que tem os dias mais longos. Porém algumas pessoas tem dificuldade para se adaptar às mudanças de horário, tanto no início quanto no final do período.

No próximo domingo, temos o fim do horário de verão. Para ajudar as pessoas que sentem dificuldade nessa mudança, o neurologista Ricardo de Campos dá algumas dicas:
Alguns dias antes da troca de horário é importante dormir um pouco mais cedo para que o corpo se adapte de forma gradual a mudança abrupta de 1 hora.
Outra dica importante é evitar alimentos e bebidas estimulantes, como refrigerantes com cafeína, no período da noite.
Idosos e pessoas com problemas cardíacos tendem a sofrer mais com a mudança de horário, podendo sentir alterações no rendimento do trabalho e das tarefas diárias, mudanças de humor e excesso de sono. Os cardíacos ainda podem sentir também alterações na pressão arterial.
Portanto, o recomendado é seguir as dicas médicas, e evitar esforço adicional. Dessa forma, a adaptação do nosso corpo a nova rotina torna-se mais fácil.

 

Fonte: Diário da manhã

Leia Mais...


Boa notícia para quem usa smartphone ou tablet antes de dormir

Apple oferecerá um modo fácil de ativar uma das novidades que acompanha a mais nova versão de seu sistema operacional móvel, iOS 9.3. Em seu site oficial, a gigante de Cupertino já abriu uma sessão própria para o Night Shift, ferramenta que promete tornar a utilização de smartphones e tablets menos degradante ao sono do usuário, levando em conta os estudos que provam que usar o celular antes de dormir é diretamente prejudicial ao descanso noturno, e a futura utilidade de iPhones, iPads e iPods deve estar presente no Control Center, ou centro de controle, em tradução direta, da plataforma da Maçã. Essa possibilidade foi levantada na imagem abaixo, disponível na página da própria companhia, então trata-se basicamente de uma confirmação ‘tímida’.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

No Control Center, atualmente, há cinco opções distintas aos usuários de iOS: modo avião, Wi-Fi, Bluetooth, não perturbe e rotação da tela, sendo que cada um deles pode ser desligado ou ligado, conforme a vontade do utilizador. Ao adicionar o Night Shift nessa mesma barra de ferramentas, Apple parece estar segura que a opção de mudança de cores em iPhones, iPads e iPods será bem popular, embora não haja como saber se a ferramenta irá, de fato, agradar os fãs da Maçã. O iOS 9.3 ainda está em seu estágio beta, quando somente os desenvolvedores e demais entusiastas podem experimentar a plataforma, descobrindo bugs e outras instabilidades, oferecendo um feedback corretivo aos engenheiros da marca mais valiosa do mundo. Não há como saber, em contrapartida, quando a versão pública chegará aos consumidores, pois, ainda ontem, 21 de janeiro, o iOS 9.2.1 começou a ser enviado aos clientes. Quando o update chegar, publicaremos uma matéria específica com mais detalhes acerca da novidade. Até lá, conte-nos se acha que o Night Shift irá realmente mudar como interagimos com os nossos gadgets durante a noite.

Fonte: Tudo Celular

 

Leia Mais...


Vantagens de dormir de lado

Apesar de vários estudos científicos sobre a postura a ser adotada na cama na hora de dormir, não existe um consenso médico nem conclusões definitivas sobre este assunto, já que a melhor forma depende também de possíveis problemas de saúde que a pessoa possa ter.

Alguns profissionais recomendam dormir de barriga para cima e com os braços ao longo do corpo, o que ajudaria a evitar dor nas costas por ser uma posição estável. Outros aconselham a dormir de lado, porque facilita a respiração, evitando os refluxos estomacais e a obstrução das vias respiratórias.

Agora, um estudo da Universidade de Stony Brook, em Nova York, nos Estados Unidos, reforça a recomendação de dormir de lado, ao concluir que deitar com esta postura permite ao cérebro eliminar substâncias que poderiam contribuir para seu enfraquecimento e causar processos degenerativos no futuro.

Segundo esse trabalho, dormir lateralmente pode contribuir para eliminar mais eficazmente os resíduos do cérebro, em comparação as outras formas, e adotar esta posição pode ser uma prática importante para reduzir as probabilidades de desenvolver Alzheimer, Parkinson e outras doenças neurológicas.

Os pesquisadores Helene Benveniste e Hedok Lee, e sua equipe, descobriram que dormir de lado é o melhor para limpar o cérebro, ao analisar uma série de imagens de ressonância magnética em um movimento do “sistema glinfático”, um complexo sistema que elimina do cérebro os resíduos e outros compostos químicos nocivos, administrado pelas células cerebrais conhecidas como células da Glia, e que tem esse nome justamente por ter uma função semelhante a do sistema linfático.

“Acreditamos que na posição de ‘decúbito ventral’ (de bruços e com a cabeça para o lado), que é a menos eficiente, este líquido se desvia para longe do sistema glinfático do cérebro e em seu lugar se movimenta a medula espinhal”, explicou Helene Benveniste, principal autora da pesquisa.

Helene Benveniste, a principal pesquisadora e professora de Anestesiologia e Radiologia da Stony Brook, e seus colegas estudaram com este método, chamado de ‘RMI de contraste dinâmico’, os cérebros de uma série de roedores de laboratório, anestesiados e colocados em três posições diferentes: lateral, prona (de bruços), e supina (de barriga para cima).

O método permitiu identificar e definir a estrutura do sistema glinfático, os pontos onde o líquido cefalorraquidiano é filtrado ao cérebro e as trocas com o fluido intersticial cerebral, um processo destinado a limpar os resíduos. É exatamente durante o sono que o sistema glinfático é mais eficiente em sua tarefa de limpeza, segundo os pesquisadores.

De acordo com Helene, os efeitos benéficos de dormir de lado poderiam ser causados pelo líquido cefalorraquidiano, que muda o seu percurso dependendo da posição adotada pelo corpo.
“Acreditamos que na posição de ‘decúbito ventral’ (de bruços e com a cabeça para o lado), que é a menos eficiente, este líquido se desvia para longe do sistema glinfático do cérebro e em seu lugar se movimenta a medula espinhal”, explica ela à Agência Efe.

Segundo a pesquisadora, também poderia ocorrer que nesta posição o líquido cefalorraquidiano permanece prematuramente em áreas próximas a algumas estruturas localizadas no pescoço, por exemplo, ao longo da carótida ou do nervo vago.

“É interessante que a opção de dormir de lado é a mais comum entre a maioria dos seres humanos e animais e agora há indícios de que adaptamos essa forma de deitar para limparmos o cérebro de uma maneira melhor”, destacou Maiken Nedergaard, pesquisadora da Universidade de Rochester (EUA), que participou do estudo

“Nosso estudo mostrou consistentemente que o transporte glinfático é mais eficiente na posição lateral se comparada as posições supina e prona” explicou ela.

A médica Maiken Nedergaard, da Universidade de Rochester (www.rochester.edu), que também participou do estudo, disse que o trabalho reforça a ideia de que dormir ajuda a limpar a confusão mental de quando estamos acordados.

“É interessante que a opção de dormir de lado é a mais comum entre a maioria dos seres humanos e animais e agora há indícios de que adaptamos essa forma de deitar para limparmos o cérebro de uma maneira melhor”, explica ela.

 

Fonte: Época Negócios

Leia Mais...


Veja como dormir com seu pet pode melhorar a qualidade do seu sono

Você tem problemas para dormir? Se assim for, um novo estudo da Mayo Clinic, nos EUA, sugere que você compartilhe sua cama com seu gato ou cão de estimação.

Isso se você se sentir confortável com tal escolha, é claro. Muitos não querem seus animais dentro de seus quartos, além disso, eles podem roncar e se remexer, deixando a noite perturbada em vez de calma. No entanto, a pesquisa descobriu que várias pessoas relatam dormir melhor quando seu animal de estimação está cochilando perto deles. Assim, você pode fazer o teste – quem sabe será uma boa opção para você.

A clínica questionou 150 participantes, sendo que 49% deles possuíam animais de estimação. Mais da metade desses animais dormiam no quarto ou na cama. 20% dos proprietários se queixaram de que os bichinhos interrompiam seu sono com comportamentos tais como se remexer, roncar e choramingar.

No entanto, um grande número de participantes disse que ter seu animal de estimação no quarto ou na cama não causou problemas – na verdade, era uma vantagem.

Uma mulher de 64 anos comentou que “se sentia mais contente quando sua pequena cadela dormia debaixo das cobertas perto de seus pés”. Outra mulher casada descreveu seus dois cães pequenos como “aquecedores de cama”. Além disso, uma mulher de 50 anos disse adorar quando seu gato dormia em seu peito, enquanto outra descreveu seu gato como “calmante”.

“Os participantes disseram que deliberadamente adquiriram um cão ou gato para ajudá-los a relaxar. Pessoas que dormem sozinhas, nem sempre solteiras, mas às vezes com um parceiro que viaja ou trabalha à noite, são as que mais frequentemente veem benefício no companheirismo de um animal de estimação no quarto ou em cima da cama”, disse o autor do estudo, Lois Krahn.

Um questionário recente feito por uma rede de televisão britânica (Channel 4) com 23.000 proprietários de cães indicou que mais que metade das pessoas deixavam seus animais de estimação dormirem em suas camas.

Porém, compartilhar a cama com um cachorro ou gato não é para todos. Em um estudo de 2013, a Mayo Clinic sugeriu que 10% dos participantes tinham seu sono perturbado por animais.

“Muitos donos de animais os veem como membros da família e desejam incorporá-los em tantos aspectos de sua vida quanto possível”, disse Krahn. “Como os seres humanos gastam um tempo considerável dormindo, o desejo de ter animais perto à noite é compreensível”.

Então, o certo é você perceber se isso é bom para você, ou não. “Alguns participantes neste estudo identificaram vantagens em ter um animal de companhia no quarto ou mesmo na cama. Alguns entrevistados descreveram sentirem-se seguros, contentes e relaxados. O valor destas experiências, embora mal compreendidas, não pode ser ignorado, porque o sono é dependente de um estado de relaxamento físico e mental”, conclui.

Fonte: Hypescience

Leia Mais...

Contate-nos

Queremos ouvir o que você tem a falar.

Newsletter

Assine nossa newsletter e fique por dentro das novidades.

E-mail:

Inscrever
Remover

Scroll to top
belstaff italia, oakley holbrook, moncler outlet, spaccio woolrich, mbt scarpe jordan scarpe, nike roshe run saldi, canada goose italia,